Nossa História

Fachada da FENAR


Antes da fundação da Federação Espírita do Maranhão (FEMAR), existia desde 1948, em São Luís – MA, a “União Espiritualista do Maranhão”. Os espíritas filiados à União Espiritualista “ não concordavam com a palavra “espiritualista”, por ser esse um termo muito abrangente. Os presidentes de  Casas Espíritas pensavam em fundar uma instituição com  outro nome, quando receberam um comunicado da  Federação Espírita Brasileira (FEB) dizendo que estaria saindo do Rio de Janeiro, Distrito Federal na época, a Caravana da Fraternidade chefiada pelo professor Leopoldo Machado (RJ) e acompanhado dos  confrades Carlos Jordão da Silva (SP),  Luís Burgo Filho (PE) e  Francisco Spinelli (RS).

Essa Caravana estaria percorrendo os Estados do Norte e Nordeste do Brasil, com o fim de propagar os ideais da Unificação, solidários com o Pacto Áureo de 5 de outubro de 1949. Assim os espíritas maranhenses resolveram aguardar a  chegada da Luzida Caravana, como era chamada.

Com a chegada da Caravana, a 1º de Dezembro de 1950, em São Luís – MA, na sede do Grupo Espírita “Olhar de Maria”, na rua 3, nº 2 , Bairro Céu, às 20h, fundou-se a FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO MARANHÃO (FEMAR), estando presentes representantes das seguintes Instituições Espíritas: Grupo Espírita “Olhar de Maria” (Presidente – José Mansueto da Silva); Tenda “Poço de Jacob” (Presidente-Layde Cantanhede); Seara Espírita “Deus, Cristo e Caridade” (Presidente– José de Paula Bezerra); Centro Espírita “Jardim da Alma” (Presidente – Elzita Brandão); Centro Espírita “João Batista”(Presidente – Benedito Braz da Cruz); Centro Espírita Maranhense (Presidente – Antônio Nogueira Vinhais); Tenda Espírita de Caridade “Dr. Neto Guterres”(Presidente – Plácido José Camões); Centro Espírita “Viana de Carvalho” (Presidente – Manoel Fernandes); Centro Espírita “São José de Ribamar” (Presidente – Waldimiro E. dos  Reis); Lar de José e Juventude Espírita Maranhense (Presidente – Antônio A Martins).

No dia seguinte, 2 de dezembro, tomou posse a Comissão de Organização da FEMAR, composta pelos confrades: José de Paula Bezerra, Antônio Vinhais, Antônio Alves Martins,João Batista Guimarães Carvalho, José Mansueto da Silva, Plácido José Camões e Benedito Braz da Silva.

O primeiro Estatuto da Federação foi publicado no Diário Oficial de 25 de Setembro de 1953. Foi reconhecida de Utilidade Pública Estadual em 18 de julho de 1985 e de Utilidade Pública Municipal em 20 de Setembro de 1985.

O prédio, onde hoje é sua sede, situado na Rua de Santaninha,112 – Centro, foi doado pela firma Castro Gomes Maia, em outubro de 1958, para as seguintes Instituições Espíritas: Federação Espírita do Maranhão (FEMAR), Sociedade de Estudos Espíritas “Ismael” (SEEI) e Centro Espírita Maranhense (CEM).

De 1950 até a presente data, teve a FEMAR os seguintes Presidentes eleitos: Antônio Nogueira Vinhais (1950/19551), Antônio Alves Martins (1952/1960),Waldomiro Emiliano Reis (1961/1962), Urquiza Lisboa Rego (1963/1964), Antônio Alves Martins (1964/1966), Antônio Alves Martins (1966/1980), José de Paula Bezerra (1980/1985), Júlio Luz de Carvalho (1986/1991), Ana Luiza Nazareno Ferreira (1992 a 10/02/2013) e Osmir da Silva Freire (a partir de 10/02/2013).